sexta-feira, 23 de junho de 2017

Nine Lives - Cats in Istambul (Kedi)

"Em Istambul, gatos são mais do que apenas gatos. Eles personificam o caos, a cultura, a singularidade essencial de Istambul. Sem o gato, a cidade perderia parte da alma. E não há nada igual no mundo."

"Kedi" (2016) dirigido pela turca Ceyda Torun é um documentário mágico e fascinante, principalmente aos que amam gatos. Mas Kedi não é um documentário sobre gatos de casa ou os gatos vadios que você ocasionalmente vê no seu quintal. Kedi é um filme sobre milhares de gatos que percorreram a metrópole de Istambul livremente por milhares de anos, vagando dentro ou/e fora das vidas das pessoas, as impactando de muitas formas, um animal que vive entre o mundo da vida selvagem e o domesticado. Os gatos e seus gatinhos trazem alegria e propósito para aqueles que os escolhem, dando às pessoas uma oportunidade para refletir sobre a vida e seu lugar nela, especialmente em Istambul, onde os gatos são os espelhos para seus habitantes.
Encantador observar o como a cidade se relaciona com os gatos, é algo cultural, característico de Istambul, eles andam livremente pelas ruas, descansam em cafés, barracas e a maioria da população foi tocada de alguma maneira por esses bichanos, a alegria de contar as peripécias, os apelidos que lhes dão, impressionante e emocionante ver o como as pessoas zelam e os respeitam. Há um mistério envolvendo a cidade e os gatos, a predominância da cultura muçulmana e seu respeito pelos felinos é um fator, os gatos são admirados e reverenciados por sua limpeza, e têm permissão para entrar em mesquitas. Acredita-se que um muçulmano que faz mal para os gatos será gravemente punido na vida após a morte. Outra explicação seria que Istambul foi um dos principais portos da região, tanto nos navios que ali chegaram quanto, mais tarde, durante a expansão da cidade com os otomanos e a construção dos primeiros sistemas de esgoto, os gatos mostraram seu valor no controle de roedores e ganharam terreno no coração dos moradores de Istambul. O elo é forte e todo o sentimento é retratado perfeitamente no documentário.
Gatos são animais incríveis, dotados de personalidade, cada gato tem a sua, por exemplo, somos apresentados a sete gatos, a caçadora, a amante, a psicopata, o sociável, a ladra, o cavalheiro e o jogador, todos eles exibem suas características únicas que faz com que as pessoas ao redor os admirem e os respeitem, há um enorme sentimento de proteção em torno deles e por isso são tão livres e despachados. Os gatos têm seu lugar em Istambul, eles fazem parte do cenário e da identidade do lugar. 

A cada cena e história contada compreendemos a relação da população com os gatos, as calçadas com casinhas, água e comida, pessoas que se dispõem a andar pelas ruas os alimentando, pescadores, feirantes, donos de cafés e restaurantes, artistas revelando o poder de mudança em suas vidas quando se respeita e se dedica a esses seres que precisam tanto, porque mesmo que tenha essa aura linda em torno da cidade e os gatos existem inúmeros problemas, novas construções, ruas perigosas, uma infinidade de coisas que abrangem grandes metrópoles. 

"Um gato miando no seu pé e olhando para você é a vida sorrindo para você. É nesses momentos que temos sorte, pois eles nos lembram de que estamos vivos."

"Kedi" é um mimo para os que amam esses bichanos, emociona, diverte e também nos faz refletir, estamos todos juntos, coexistindo e ocupando o mesmo espaço, por isso respeitá-los e ajudá-los é o mínimo que podemos fazer, quantas pessoas não enxergam ou até maltratam, os colocam numa categoria inferior, mas a verdade é que quando convivemos juntos tudo muda, a relação de carinho com o gato é uma experiência gratificante, pois eles são observadores e se expressam em detalhes, diferente do que dizem que são frios e selvagens, conquistar um gato requer tempo e dedicação, mas vale a pena, pois o amor dado em troca será sincero.

"Você só pode amar se seu coração estiver aberto. A vida é bela quando você olha as coisas com amor. Se você puder aproveitar a presença de um gato, um pássaro ou uma flor, o mundo todo será seu. É o que eu digo."

Istambul é fascinante em muitos aspectos, única cidade do mundo situada em dois continentes, capital de impérios, tradições que se colidem, o velho e o novo, a efervescência, sua arquitetura exuberante e esta adorável relação com os gatos que acrescenta uma imensa beleza. Tudo é primoroso nesse documentário, os gatos, os lugares, as pessoas, as histórias contadas, a riqueza cultural, as musiquinhas.... Poesia!

"Os problemas que os gatos de rua ou outros animais enfrentam não são independentes dos nossos. Seria mais fácil ver os gatos de rua como um problema e lidar com eles como se fossem. Mas, se pudermos aprender a viver juntos novamente, talvez nossos problemas também sejam resolvidos com os deles. Tenho certeza de que poderíamos recuperar nosso senso de humor e recuperar nossa alegria de viver, que anda cada vez mais fraca."

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SE FOR COMENTAR, LEIA ANTES!

NÃO ACEITO APENAS DIVULGAÇÃO.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...